21/06/11

Saudades :C


        Era uma vez tres meninas que procuravam uma sitio para almoçar, uma certa altura a liliana pensou em irmos ao pingo doce porque na antiga escola a liliana tinha o pingo doce a porta e entao ia sempre comer as deliciosas empanadinhas, falou dessa maravilha as outras duas meninas a Jessica Brandao e a Viviana Leal e foram, o caminho era ainda longo mas nao desanimamos e fomos, entao começou a ser um habito as idas ao pingo era sempre so as tres, nos ainda nao nos conheciamos bem porque era o primeiro ano juntas pelo menos o meu com elas ja a jecka e a vivi ja tem uma longa historia de amizade, mas nao foi por nao nos conhecermos que as coisas eram estranhas, estranho foi o facto de nos conhecermos tao pouco mas logo no principio de tudo as confiçoes, desiluçoes, historias passadas tudo foi contado, a jecka e a vivi falavam muito entre elas pois a amizade ja bate records mas havia coisas que ainda nao sabiam e foi contado ali a minha frente sem me conhecerem ainda, mas eu penso que se aperceberam que comigo podiam e podem contar e que o que contavam nao ia sair dali a verdade e que tambem muitas das vezes tornasse mais facil falar com desconhecidos. Enquanto a amizade crescia e ja era notavel a confiaça existente as conversas tornaram-se num habito constante, sabemos coisas que outros nao sabem e isso fica connosco e da confiaça que se constroi uma amizade, agora existe uma boa amizade entre estas tres meninas :). Entretanto começaram a juntar-se pessoas a nos na nossa " caminhada" ate ao pingo doce, mas nao era igual pois as aquelas conversas so existiam quando estavam as tres pois havia mais confiaça, nao e que os outros nao sejam de confiaça so que so contamos as coisas a quem queremos nao somos obrigados a contar algo a alguem a quem nao se quer contar. Por essa razao tudo aquilo que foi contado esta guardado porque se fosse para ser contado nao guardavamos pelos momentos so a tres se assim nao aconteceu e porque nao era para ser assim e ponto, quem quer compreender as vezse em que nos ausentavamos para falar so as tres entende quem nao quer nao entende :) nao se pode forçar uma amizade, nao se pode confiar e dar a conhecer tudo as pessoas, so aquelas em que mostram que se pode confiar por esse motivo declaro que a Jessica Brandao e a Viviana Leal sao ambas pessoas muito verdadeiras e amigas em quem podemos confiar, sentar um pouco e desabafar:) obrigado por existerem e terem feito da minha vida uma vida mais feliz,a nossa amizade teve um inicio mas um fim?... Epa que palavra feia um fim nunca tara. AMOVOS ♥ sao duas meninas lindonas e com um futuro promissor, representam bem e dançam ainda melhor, que este mundo vos traga o que a vida tem de melhor para dar pois se ha alguem merece sao voces..... :$ Estao no meu coraçao SEMPRE!
                                                                                                                                                   ( Liliana Elias )



Gostei tanto que tive de o públicar, é realmente a nossa história, é uma amizade tão bonita! AMO-TE LILY <3

2 comentários:

  1. Era uma vez um rapaz que procura em si uma resposta, faltava-lhe algo, não sabia bem o que era mas sentia a ausência marcada de algo que o pudesse completar e o realizar. Tentou varias coisas: ler, correr, ouvir musica e escrever, entre outras, todas estas actividades o satisfaziam momentaneamente, faziam esquecer a realidade por instantes mas não o realizavam. Procurou então refugio nos amigos mas em quase todos, as conversas que tinha, sentia um desconforto provocado pela falta de sinceridade e humildade, que não deixavam transparecer a verdade e a "confiança", quase todos, à excepção de uma pessoa... uma rapariga muito especial que assegurava o conforto pretendido pelo rapaz, era honesta, amiga e directa dizendo sempre aquilo que pensava e que ao mesmo tempo o rapaz queria ouvir. O tempo passou e o rapaz ficou cada vez mais à vontade para se abrir e falar abertamente com a rapariga sobre tudo. Quando sem nada o prever ela surpreende-o, mostrando uma zona intima e sentimental onde ela expunha os seus sentimentos e pensamentos. Ele finalmente encontrou algo que o realizava, comentar e reflectir sobre si, após cada leitura de textos publicados por ela.
    Esta história ainda está a ser escrita, mas neste momento o autor chegou a uma parte da história, em que o rapaz está a comentar um texto mas não sabe o que escrever, sendo o silêncio a palavra a maioritária no seu discurso...
    Após breves minutos decide apenas escrever uma pequena frase, pois acha que não interessa o que se escreva desde que reflicta a verdade. E decide escrever o seguinte:
    "Quando as palavras não alcançam dizer o que se pretende, fica sendo o silêncio a melhor forma de expressão"

    ass: poeta louco

    ResponderEliminar
  2. :'( oh pedro, assim não dá ou sou eu que ando sensível ou então não sei, puseste-me com a lágrima no canto do olho! Ainda bem que consigo de alguma forma fazer pessoas como tu, especiais, sentirem-se melhores, isso faz com que eu me sinta útil de certa forma,sabes Pedro,um grande obrigado !!!!! ESTOU AQUI PARA TUDO O QUE PRECISARES, não hesites, sempre que precisares procura-me nem que seja daqui a uns 60 anos, nem que eu viva no outro lado do mundo nunca hesites ! PROCURA_ME sempre ;)

    ResponderEliminar