22/04/12


                  Sinto a tua falta, é difícil explicar ao pormenor esta sensação, esta falta que me fazes, esta vontade que eu tenho em  correr para os teus braços e abraçar-te, apertar-te contra mim, sentir que finalmente estás ao pé de mim e que a hipótese de te perder de novo é quase nula, penso nisto vezes sem conta, não creio que penses da mesma  maneira que eu, duvido que tenhas esta vontade, que me invade quase todas as noites, que me tira o sono, que me deixa com medo, e que me deixa com uma sensação de que estou desprotegida, isto tudo invade-me quando menos espero. Não sei o que é feito de ti, não há nem um único sinal teu, perdi o teu rasto e agora não sei por onde te procurar mais, esgotei todos os meios que tinha ao meu alcance, não sei o que fazer mais, nem um único sinal me dás... Consegui por fim sentir que te perdi de vez, tu ainda sabes onde me encontrar caso precises de mim... Sei bem que isso não vai acontecer, mas tenho esperança, pouca mas ainda a tenho.

Sem comentários:

Enviar um comentário